terça-feira, 3 de agosto de 2010

Men in Red

Cientistas da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, descobriram que homens vestidos com roupas vermelhas são mais atraentes para as mulheres. Segundo o estudo, a cor vermelha está associada à capacidade de adquirir mais status, de ser mais poderoso, de ter mais potencial para ganhar dinheiro e subir socialmente. Por isso, os homens vestidos com essa cor tornam-se mais desejáveis.
Pois eu, de minha parte, acabei descobrindo nessa tese mais um obstáculo para um eventual desejo de ser alguma coisa na vida: se depender de me vestir de vermelho, continuarei sendo este zero à esquerda com que meus poucos mas diletos leitores já se acostumaram. Não gosto de vermelho. Não usaria vermelho nem se fosse bombeiro ou jogasse no América carioca. Não gosto de carros vermellhos – a não ser que seja uma Ferrari, mas aí o status independeria da cor – não gosto de tapetes vermelhos, não gosto do sinal vermelho no semáforo. E, ao contrário do que sugere o estudo, não prefiro as damas de vermelho.
Dizem que não é de hoje que o vermelho é símbolo de status. O próprio tapete vermelho é um exemplo disso. Os cidadãos mais poderosos da Roma antiga vestiam-se de vermelho. Até no reino aninal essa predominância é sentida: os machos alfa da tribo dos babuínos costumam ter a pelagem mais acentuada nessa cor e por isso são eleitos mais frequentemente para o acasalamento. A cor seria, segundo os pesquisadores, um indicador de dominância.
O efeito da cor é biológico e não necessariamente consciente, mas os pesquisadores descobriram que se limita a status e sexo: os homens vestidos de vermelho cujas fotos foram usadas como referência não pareceram mais bondosos ou sociáveis entre as mulheres pesquisadas. Eles pareceram apenas mais poderosos, atraentes e sexualmente desejáveis.
Mas e eu com isso? Em sentido contrário do que apontou o trabalho da Universidade de Rochester, o vermelho produz em mim alguns efeitos negativos, em determinadas circunstâncias. No geral, não costumo associar o vermelho a coisas boas. Talvez seja apenas uma forma inconsciente de lutar contra um símbolo do poder, mas pode ser também que para mim a essência do mal está associada ao vermelho: o diabo, o fogo destruidor, o alerta máximo em caso de catástrofe, o sangue fora de suas vias naturais de circulação. O vermelho, para mim, está definitivamente associado a desgraças.
Por isso, se for necessário usar vermelho para parecer mais poderoso e para abrir caminho entre as mulheres, estou fora! Prefiro assumir o que cantava o velho e injustiçado Simonal: Vesti azul/Minha sorte então mudou...

Porque azul, aliás, é uma de minhas cores preferidas.

Em tempo: a camisa que uso na foto que ilustra a postagem é originariamente azul; só mesmo um fotochópi para me fazer vestir vermelho!


Em tempo 2: por causa de algumas contestações quanto à cor da camisa, resolvi radicalizar no fotochópi. Quero ver alguém tripudiar sobre o meu vermelho agora!

20 comentários:

Maurício Oliveira disse...

Quer dizer que o Papai Noel anda se dando bem por aí, Zanfra? :) Abração

Marco Antonio Zanfra disse...

Pois é, Maurício... tinha me esquecido dele!

fábio mello disse...

Pois eu tenho uma pá de camisetas vermelhas, mas não noto nenhuma mudança no comportamento do mulherio, pro meu lado, quando estou trajando roupas dessa cor.

Marco Antonio Zanfra disse...

Lembrei, Fabião: a única vez em que usei uma camiseta vermelha foi quando tinha uma estrela pintada no peito e está escrito oPTei!

Sieleni disse...

Concordo com tal estudo...me fizestes pensar nas vestes do meu esposo...e podes confirmar com ele, realmente eu adoro ele de vermelho!!! engraçado que até meu filho, quando eu coloco um agasalho vermelho que ele tem, eu fico admirando-o!!!

Anônimo disse...

Pois eu acho que esses "cientistas" - tinham que ser americanos! - precisam arrumar o que fazer. Sei que é difícil pensar em novas descobertas depois que acharam a cura do câncer, da aids e da gripe e encontraram a maneira de barrar o processo de destruição do planeta, mas acho que ainda tem uma coisinha ou outra mais útil para eles dedicarem sua privilegiada inteligência.

Vico disse...

Desculpem a falha do sistema, mas esse anônimo aí em cima sou eu.

arfocsp disse...

olá Zanfra....
Assim como você, não curto a cor vermelha, e gosto não se dicute não tem como se basear em "meia duzia" de pessoas se existe milhões de gostos.
Abraços.

cintia disse...

Mas sabia que a cor lhe cai bem?
Ou voce aproveitou o fotochopi pra dar uns retoquezinhos a mais?

Marco Antonio Zanfra disse...

Só mudei a cor da camisa, amorzinho... O resto é naturalmente imprestável!

Gennara Vitti disse...

Vermelho é a cor da paixão, já dizia minha avó. Então, não é novidade nenhuma as mulheres se interessarem mais por homens vestidos de vermelho e vice-versa. Talvez esse "cheirinho" de status, de potencial, tenha justamente a ver com a paixão: quem faz as coisas apaixonadamente tem muito mais propensão a ver seu potencial transformado em fato.
E, sem querer copiar a Cíntia, você fica bem de vermelho. Pena que não goste.

SÃO NICOLAU disse...

Acredite!A cor vermelha atrai muito as mulheres e os homens também.Mas no máximo até os seis anos.Depois,acaba-se a fantasia.Achei que seria original,mas o Maurício foi mais rápido.Portanto,assino de forma diferente.Ho!Ho!Ho!

Fabiano Marques disse...

Zanfra, ou é meu monitor ou é o teu fotochópi. O vermelho da tua camisa ficou mais rosa do que rubro.
Enfim....a cor vermelha, na época do auge dos comunistas fazia sucesso entre as mulheres?
Os comunas se davam bem e tiravam proveito disso?
Numa conversa com o Alfredo Sirkis, em maio de 1998, na comemoração dos trintinha do maio de 68, ele disse que entrou para a "luta" só para comer as gatinhas.
Calma meninas leitoras do blog. Foi ele, o fanfarrão, quem disse isso. Eu nem havia naicido ainda. rsrsrsrs
De qualquer forma, na dúvida, Zanfra, sempre tenho uma gravata vermelha à mão. rsrsrs
Boa semana a todos

Marco Antonio Zanfra disse...

Na verdade, Fabiano, a cor da camisa "fotochopada" é cereja, que, segundo a informação da pesquisa, é o "must" entre os tons de vermelho que deixam as mulheres louquinhas.
E esse negócio de virar comunista para pegar mulher é questionável: as vermelhas costumam discutir a relação sob o enfoque marxista-leninista, com base nas conquistas da ditadura do proletariado e reivindicando a mais-valia. Sabe lá o que é isso depois de uma noite inteira de sexo selvagem?

Ricardo Câmara disse...

Prezado Zanfra;
Discordo dessa pesquisa.Esses cientistas perdem todo o tempo em teorias e não conseguem provar nada.A cor, na maneira de se vestir, depende muito da pessoa se sentir bem com uma determinada roupa.Para alguns, as vestes se acentam,outros, não.E vermelho sempre foi símbolo de luta, guerra, perigo e obstáculo na seara feminina durante os três dias de TPM.No quesito atração sexual, os feromônios falam mais alto, pois o odor natural entre os casais favorecem a libido que está cada vez mais distante da magia química humana obstado pelos "cosméticos"...

Enéas disse...

Caro Zanfra, a realidade, como sempre acontece, é bem diferente do que enxergam os frios homens da Ciência. Vivo neste canto do vale do Paraíba, em que o povo do sertão das Cotias cultiva as mais autênticas tradições caipiras. Na festa do Divino, a peça mais tradicional do vestuário masculino é a camisa vermelha. Quase sempre acompanhada de calça preta. Eu tô falando do genuino homem da roça, quando vem à cidade. E sabe por quê do vermelho ? É a cor da bandeira do Divino. E pelo o que já vi, o mesmo se dá em outros cantos do Brasil, onde existe essa celebração. O resultado é que,por afeição e economia, eles também vão repetindo a mesma camisa em outras ocasiões, como as festas juninas etc e tal. Mas é vermelha
mesmo e não essa fucsia que vc se vestiu ai no fotoxópi. abs

Anônimo disse...

Pura falta do que fazer desses cientistas pirados. Pelo que sei desde criancinha, quem gosta mesmo de vermelho é touro em arena espanhola (aliás, era pois alguem de bom senso proibiu essa carnificinia).
Imaginem um cara todinho de vermelho. Só pode ser o cramunhão mesmo. Atrai sexualmente??? o melhor do sexo não é sem roupa? e aí tanto faz, como fez a cor da coisa...

cilmar machado disse...

Se o fotoxópi o deixou vermelho, o fotoCHOPE me deixa amarelo!...Tudo se resume na preferência que temos ambos por cores tão distintas.
Que pesquisa mais sem graça essa a dos americanos!...

Marco Antonio Zanfra disse...

Já tive meus tempos de fotoCHOPE, Cilmar. Mas eu não ficava amarelo; eu fico vermelho, hoje, mas é de vergonha por período tão negro da minha vida!

Blog do Morani disse...

Tudo bem... Meus amigos a minha cor preferida é a amarela bem viva, mas aprecio vestir a minha "camisola" rubro-negra. Que charme!
Em Natal,RN, tive uma de mangas compridas e toda amarela ouro. Linda de fechar o comércio. Como eu só andava com uma turma da Aeronáutica - meu irmão foi mecãnico de avião, à época - me confundiam a um deles... E tome a "chover" meninas! Baita sorte. Abraços e um Bom e Feliz Dia dos Pais a todos os pais e futuros papais.