segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Alpha Dog


Assisti neste final de semana ao ótimo “Alpha Dog” e fui açoitado por uma dubiedade no final que me deixou em dúvida: diz o letreiro que o traficante/seqüestrador/assassino Johnny Truelove foi preso no Paraguai, mas a última cena dele em liberdade é mostrada ao som de “Garota de Ipanema”, versão em inglês. Pensei: será mais uma dessas saladas dos americanos, para quem a capital do Brasil é Buenos Aires, município da Grande La Paz, na Colômbia?
Não era. Fiz uma pesquisa básica e descobri que o verdadeiro Truelove – Jesse James Hollywood (foto) – viveu cinco anos no Brasil, sustentado pelo pai, e foi preso em Saquarema, no litoral do Rio de Janeiro, em março de 2005, numa ação conjunta entre o FBI e a Polícia Federal brasileira. Não sei por que a omissão desse fato no enredo. Quando foi preso, a namorada brasileira de Hollywood estava no quinto mês de gravidez. Mais um pouquinho, ele teria argumento para não ser extraditado. Na falta desse “argumento”, ele foi recambiado para os Estados Unidos 36 horas depois da prisão.
No filme, Johnny Truelove está por trás do seqüestro de um garoto de 15 anos, Zack Mazurski, para pressionar o meio-irmão deste, Jake, a quitar uma dívida de drogas. Depois de dois dias tratando o adolescente quase como um membro de seu grupo, ele manda matá-lo ao saber que pode pegar prisão perpétua pelo seqüestro, fugindo em seguida. Tocantes as cenas em que Zack, interpretado pelo ator Anton Yelchin, descobre que vai ser executado.
Como trocou o Brasil pelo Paraguai, o diretor Nick Cassavetes também trocou os nomes dos personagens: o garoto assassinado chamava-se realmente Nicholas Marcowitz (e seu irmão, Benjamin). Os outros integrantes do grupo – um deles condenado à prisão perpétua e outro à morte – também têm os nomes substituídos. Por causa do crime, Jesse James, à época com 20 anos, ficou sendo o mais novo integrante da lista dos mais procurados pelo FBI.

3 comentários:

Julian's blog disse...

Dear Alpha Dog:
Liked your blog site.
Later...
Julian
www.ijulian.blogspot.com

José Luiz Teixeira disse...

Muito, bem, Zanfra. Só mesmo um 'repórter de política" para descobrir um fato desses.

abs

José Luiz Teixeira disse...

Corrigindo: só mesmo um "reporter de POLÍCIA" para descobrir um fato desses.